Vamos enfrentar este momento juntos: seja solidário e faça a diferença - Cachapuz

Browser not suported.

Download an updated browser:

Chrome

Firefox

Notícias

Vamos enfrentar este momento juntos: seja solidário e faça a diferença

16 Outubro, 2020

Vamos enfrentar este momento juntos: seja solidário e faça a diferença

Em tempos de crise e de pandemia, como os que vivemos, a solidariedade e a responsabilidade social podem fazer a diferença na vida das pessoas e dar-lhes algum alento e otimismo. Apoiar a sociedade e motivar a equipa, em tempos mais complicados, são também desafios e preocupações que as empresas não podem descurar, mas antes assumir com dedicação e responsabilidade.

 

Quer saber como pode a sua empresa agir nestas situações?

Deixamos alguns exemplos de iniciativas que pode implementar:

 

Motive a sua equipa: a desmotivação dos colaboradores é inevitável em situações como estas. Por isso, mais do que nunca, é importante assumir uma atitude ativa e de total apoio à sua equipa. A solidariedade poderá aqui manifestar-se através da oferta de bens e produtos essenciais ou de saúde, de formação ou do alargamento de incentivos. Ao ouvir os seus colaboradores, estará inevitavelmente a mostrar atenção às suas preocupações e necessidades. Promova, acima de tudo, um ambiente interno coeso, sólido e feliz;

 

Ajude a comunidade: A solidariedade social não se manifesta somente através de donativos, mas pode chegar à comunidade e às instituições através da oferta de bens essenciais. Olhar para a comunidade envolvente, perceber quais as suas principais necessidades e encontrar respostas que contribuam para o bem-estar de todos são também preocupações assumidas pelas organizações.

 

Numa altura de dificuldades e limitações como a que vivemos, as empresas devem, acima de tudo, reforçar o seu papel interventivo na sociedade. Só com um verdadeiro espírito de união, cooperação e apoio, será possível, a empresas e sociedade, ultrapassarem a crise e olharem para o futuro com otimismo. O apoio das entidades nunca foi, como agora, tão determinante e diferenciador.