Instalação de sistema de controlo de peso

da estrutura de iluminação

 

Cliente: Casa da Música
Imaginada para assinalar o ano festivo de 2001 em que a cidade do Porto foi Capital Europeia da Cultura, a Casa da Música é o primeiro edifício construído em Portugal exclusivamente dedicado à Música, seja no domínio da apresentação e fruição pública, seja no campo da formação artística e da criação.

Problema?
As casas de espetáculos são as únicas entidades que têm autorização para suspender cargas sobre os artistas e mesmo sobre a audiência.
A preocupação da Casa da Musica, desde a sua fundação, é garantir a segurança dos artistas e audiência, tendo para isso adquirido sistemas que monitorizam as cargas suspensas, como é o caso das iluminações de cena e colunas de som. O sistema que existia anteriormente na Casa da Música, por ser um sistema de comunicações Wi-Fi e alimentado por baterias, acabou por evidenciar as suas debilidades, tendo registado gradualmente avarias até deixar de funcionar por completo.
O espetro de frequência utilizado por esse sistema foi ocupado por outros equipamentos e comunicações circundantes que geravam interferências no sistema, sendo a durabilidade das baterias uma constante preocupação o que implica a existência de um stock permanente de baterias para substituição.

Solução Cachapuz
Implementação de um sistema de controlo de peso dos equipamentos de iluminação na sala Suggia.

A solução ‘Cachapuz' fornece um sistema robusto e fiável de registo e monitorização em tempo real do peso das três plataformas de iluminação que equipam a sala. O software incorporado nesta solução, assim como a arquitetura de hardware, foram concebidos e desenvolvidos de raiz pela Cachapuz, assegurando assim todas as necessidades específicas que a estrutura exigia. O software permite criar uma representação visual das estruturas e o registo da carga em cada um dos pontos, e do total suspenso na estrutura.

A solução instalada é composta por:
- célula de carga individual para cada ponto de suspensão da estrutura;
- conetores de ligação rápida para as células de carga; 
- um leitor de pesagem compacto por cada célula de carga instalada para obtenção do peso, que é transmitido via rede Ethernet.

As principais funcionalidades:
- possibilidade de redimensionar e movimentar cada plataforma dentro da sala;
- associação a cada plataforma de pontos de pesagem e ponto de peso total para a plataforma;
- criação de um registo sempre que se verifica uma mudança de estado num ponto;
- análise das diferentes alterações de estado com a seguinte informação: identificação da sala, plataforma e ponto; duração da alteração de estado; peso máximo; variação de estado; data da ocorrência.

Principais vantagens: 
- rigor na pesagem dos equipamentos suspensos;
- segurança para artistas e/ou audiência instalada por baixo da estrutura;
- registo e monitorização em tempo real do peso das plataformas de iluminação que equipam a sala Suggia;
- simplicidade de manutenção e diagnóstico do sistema que disponibiliza todas as funcionalidades para a sua monitorização;
- kit de pesagem por ponto de monitorização de carga com comunicação Ethernet e um sistema de supervisão em software; este permite criar uma representação visual das estruturas de iluminação, possibilitando a visualização e o registo da carga em cada um dos pontos, e do total suspenso na estrutura.
- arquitetura simplificada que permite eliminar a comunicação sem fios e a alimentação por bateria existente nas soluções tradicionais e atuais do mercado, eliminando assim o efeito de interferência com outros dispositivos críticos do espetáculo;
- registos completos de alterações de peso de cada um dos eventos realizados na sala, que podem ser observados e consultados através de relatórios.

Arquitetura do sistema
A imagem seguinte ilustra o desenho do sistema que foi implementado com a localização dos elementos instalados para se obter o sistema de registo e monitorização do peso das estruturas suspensas.

Cada unidade de controlo de pesagem (W) poderá acondicionar dois ou três leitores de pesagem independentes, cada um conectado a apenas uma célula de carga (LC). A cada uma das unidades de controlo deverá chegar um cabo de alimentação de 230Vac e um cabo de rede Ethernet.

Células de carga
As células de carga selecionadas para este projeto têm capacidade unitária de 2.000Kg. A manilha para suspensão sugerida para este modelo e a capacidade é a SBX de 3.5t.
As células possuem certificação OIML, CE e RoHS.

Leitores de pesagem
Leitores de pesagem compactos, precisos e rápidos. O modelo proposto tem uma resolução de 0,1 µV e faz 90 conversões por segundo. Este módulo possui proteção contra inversões de tensão e sobretensões.
Os leitores de pesagem são dotados de protocolo de comunicações RS422 ou RS485.

Conversores RS422/RS485 para Ethernet
Conversor de comunicação por protocolo RS422 ou RS485 para protocolo Ethernet TCP/IP. Este conversor tem deteção automática de fluxo Ethernet 10/100Mbps e baud rate série até 230,4 Kbps.

Switch Ethernet
Switch Ethernet de 5 portas que faculta a conetividade de cada um dos módulos do conversor RS422 / RS485 a ele ligados à rede de dados do cliente.

Software de monitorização
O software de monitorização de cargas permitirá a visualização da carga em cada um dos pontos de suspensão das estruturas e mostrará simultaneamente o peso total suspenso em cada uma das plataformas.